Nas lutas pela conquista da Independência da Bahia as mulheres tiveram papel fundamental. De acordo com historiadores elas eram costureiras, mães, filhas, muitas mulheres anônimas que armaram diversas estratégias para derrotar os portugueses.

Entre elas 3 têm destaque nessa história e são consideradas heroínas do 2 de Julho:  Joana Angélica, Maria Quitéria e Maria Felipa.

A Maria Felipa era pescadora e marisqueira, ela liderou outras mulheres negras, índios tupinambás e tapuias que queimaram embarcações portuguesas na Ilha de Itaparica.

Outra importante personagem na luta foi Maria Quitéria, que se passou por homem para participar da batalha pela independência.
Em Salvador, uma estátua foi erguida em 1953, ano do centenário de sua morte, no Bairro da Liberdade.

Também teve destaque a freira Joana Angélica, se destacou pela coragem ao enfrentar os portugueses. Ela foi morta ao tentar evitar a entrada deles no Convento da Lapa.

A Independência da Bahia, conquistada em 2 de julho de 1823, teve uma contribuição inestimável de várias delas, Mulheres Lutadoras!

FONTE:
www.geledes.org.br/mulheres-da-independencia-3-mulheres-sao-heroinas-do-2-de-julho

 


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *